O que é Engenharia Mecânica?

O que é Engenharia Mecânica?
14/08/2019

A engenharia é a grande área que se ocupa da elaboração, planejamento, execução e fiscalização de projetos grandiosos ou mais tímidos. No caso da Engenharia Mecânica, os graduados nessa área podem trabalhar especificamente com os projetos que envolvem sistemas mecânicos, máquinas e equipamentos. Mas o que isso significa, na prática?

No Brasil, apenas em 1957 foi fundado o primeiro curso de engenharia mecânica. Por ser uma profissão regulamentada, apenas quem possui diploma como engenheiro mecânico, e registro no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA), pode atuar em determinadas atividades.

Então, continue a leitura e compreenda melhor o que é esta profissão, que requer uma dedicação de estudos de no mínimo cinco anos.

Histórico da engenharia mecânica

A área de engenharia mecânica pode ser rastreada a milhares de anos atrás, já que envolve a criação de máquinas e ferramentas que facilitem o dia-a-dia da sociedade. No período feudal, os engenheiros militares eram responsáveis pela construção de catapultas e canhões.

Porém, é a partir da revolução industrial europeia, no século XVIII, pela necessidade da criação de motores, é que é reconhecida enquanto uma área do conhecimento. Com os avanços da física no século XIX, passa a ser reconhecida enquanto ciência

Um dos marcos da trajetória desse setor é a criação do Instituto de Engenheiros Mecânicos, no Reino Unido, em 1847.

A área de engenharia mecânica

As ciências mecânicas vai muito além da construção de veículos e motores. Com os avanços da física, essa ciência trata de conceitos e teorias básicas de funcionamento dos corpos e sistemas, que dificilmente entram em defasagem, mas que podem ser aprimorados para novos usos.

A mecânica geral dos corpos rígidos se ocupa dos estudos e projetos relacionados à estática e à dinâmica, como questões que envolvem inércia, gravidade, atrito, trabalho e energia, por exemplo.

Já a área de dinâmica é a responsável por investigar o comportamento de diferentes elementos entre si, por um determinado tempo, a partir de modelos matemáticos complexos. Ela estará presente no desenvolvimento de suspensões de automóveis até projetos de aeronaves e navios, por exemplo.

Há também os sistemas de controle, que visam modificar o comportamento de um sistema, e requerem conhecimentos em hidráulica, pneumática, entre outros. Hoje em dia, com o avanço das tecnologias, os controles mecânicos estão altamente integrados aos desenvolvimentos eletrônicos, elétricos e eletromecânicos, como o caso dos sensores digitais, por exemplo.

O curso de engenharia mecânica

Hoje são mais de 500 cursos de engenharia mecânica credenciados pelo Ministério da Educação, apenas no Brasil. De duração de cinco anos, o bacharelado em Engenharia Mecânica possui uma base curricular fundamentalmente de conhecimentos exatos e matemáticos. Como em outros cursos de engenharia, é estudado cálculo, física, estatística, geometria, etc.

A graduação também disciplinas como termodinâmica, resistência dos materiais, máquinas térmicas e de refrigeração, entre outras. Há cursos onde o futuro engenheiro também aprende habilidades mais amplas para sua atuação no mercado, como empreendedorismo, administração, comunicação e segurança do trabalho.

Durante a graduação, o estudante ainda pode participar de projetos acadêmicos, onde desenvolverá mais habilidades práticas e acadêmicas em determinada área específica. Muitas vezes também é solicitado que realize um estágio supervisionado como parte da grade curricular.

Possibilidades de atuação como engenheiro mecânico

Com o alto número de engenheiros civis sendo formados, conforme dados do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), a busca por profissionais de outras áreas da engenharia é grande. Há diversos setores onde o engenheiro mecânico pode trabalhar, afinal esta ainda continua sendo uma profissão essencial para o desenvolvimento de qualquer país.

Atualmente, o nível salarial médio para um engenheiro mecânico júnior é de 8,5 salários mínimos, o equivalente a aproximadamente R$ 6.700,00 mensais. Esse profissional, se bem qualificado, poderá atuar em setores como o automobilístico, o metalúrgico e o energético, em quase todos as funções da cadeia de produção.

Por sua versatilidade, consegue realizar a criação de sistemas, mas também a supervisão de projetos e equipes nestes setores. Profissionalmente, o engenheiro mecânico ainda possui a opção de atuar somente com Gestão, em qualquer setor, principalmente se possuir boas habilidades em liderar de equipes e pessoas, atender a prazos e a resolver problemas.

Se você quer saber mais detalhes sobre empregos e carreiras em engenharia mecânica, leia o post que escrevemos exclusivamente sobre o tema!

Compartilhe

Veja também: